• Avenida Pedro Almeida, 145 - Teresina - PI, 64052-280
  • (86) 3233-9506 | 3232-3534 | 3133-6060 | 8858-3872
  • comjornalismo@icsrita.org.br

Arquivo da Seção: Notícias

55 APROVADOS NO EDITAL DA FUNDAÇÃO MONSENHOR CHAVES PASSARAM OU SÃO ALUNOS DO MÚSICA PARA TODOS

Fundação Monsenhor Chaves

Fundação Monsenhor Chaves

A Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) divulgou, na quinta-feira (23/04/20), o resultado do Edital que selecionou 300 artistas, produtores técnicos e auxiliares técnicos para realizarem uma Capacitação Cultural à distância, através da qual, cada selecionado receberá um auxílio de R$500,00, para amenizar os efeitos da crise mundial devido ao “estado de calamidade pública” por conta do COVID-19.

O Música Para Todos parabeniza os alunos e ex-alunos de nossa instituição que se classificaram neste Edital lembrando que somam 55 dos 300 classificados. Esse levantamento mostra o impacto positivo das ações realizadas pelo Música Para Todos.

 

Lista dos alunos e ex-alunos do Música Para Todos que foram selecionados

 

O edital de Capacitação Cultural para artistas – Fique em Casa da a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) realizará os cursos para as quatro atividades apresentadas abaixo:
a) Produção Musical: Vídeo de capacitação básica, visando apresentar ferramentas para o trabalho do produtor musical na atualidade;
b) Projetos Culturais: Vídeo de capacitação básica, visando elaboração de projetos culturais;
c) MEI (Micro Empreendedorismo individual): Vídeo de capacitação básica, visando a importância e vantagens para o artista que se torna micro-empreendedor individual;
d) Redes Sociais: Vídeo de capacitação básica, visando melhorar a utilização, divulgação e empreendedorismo por meio das redes sociais.

Vejam a lista dos classificados no link: http://abre.ai/a3lY

Luís Carlos Martins - Presidente da Fundação Monsenhor Chaves

Luís Carlos Martins – Presidente da Fundação Monsenhor Chaves

Sobre o Música Para Todos – Realizado pelo Instituto Cultural Santa Rita, o Música Para Todos foi criado em Teresina (PI), em 1999, e atualmente oferece, de forma gratuita, Cursos Livres, Iniciação Musical e Prática em Orquestra, para milhares de crianças, jovens, adultos e idosos. A Instituição tem por objetivo transformar vidas através da música e da arte. Já foram beneficiados com a iniciativa mais de 40 mil alunos tanto na capital como no interior do estado, alcançando 2.007.319 presenças em salas de aulas (2005-2018).

Apoio Cultural – Em 2020, o Música Para Todos completa 21 anos e orgulha-se em receber, através da Lei de Incentivo à Cultura e Lei do SIEC (Sistema de Incentivo Estadual de Cultura – Governo do Estado do Piauí) Patrocínio do Armazém Paraíba, Pintos, Frigotil e SESI, empresas que acreditam no poder transformador da arte e da cultura

MORRE JOÃO CLAUDINO FERNANDES, O MAIOR MECENAS DO PIAUÍ

Hoje, dia 24 de abril de 2020, perdemos o Sr. João Claudino Fernandes, aos 89 anos; o nordeste e especialmente o Piauí (onde fez sua morada) chora a morte desse homem notável, e a família Música Para Todos lamenta profundamente e agradece aquele, que foi um dos primeiros patrocinadores do Música Para Todos e continuou conosco durante nossos 21 anos de existência, se tornando o maior patrocinador de nossa instituição.

Dr. João Claudino Fernandes, que gostava de ser chamado simplesmente por seu João, acreditava em nosso trabalho e também acreditava na Cultura Piauiense, basta lembrar que através da Lei do SIEC (Sistema de Incentivo Estadual de Cultura) ele patrocinava mais de 50% dos projetos culturais que sobreviviam por causa da sua capacidade de enxergar a política cultural e social dentro do seu trabalho como empresário.

Lembraremos a história do Dr. João Claudino Fernandes como empresário de visão inovadora que tinha um segredo: “Saber usar as necessidades para expandir os negócios”, mas também lembraremos seu João como o homem que reconhecia a necessidade e carência do povo e que incentivava as artes e o esporte, através de projetos sociais, e com isso mudava a vida de milhares de crianças, jovens, adultos e idosos lhes dando esperança e um ponto de partida para transformarem suas vidas!

Seu João foi um exemplo pra todos nós, por ter sido um visionário que saiu do sertão e conquistou um império se tornando um dos maiores empresários do Brasil, e por ter mantido sua simplicidade e ternura se tornando o maior mecenas do Piauí.

SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE JOÃO CLAUDINO FERNANDES

João Claudino Fernandes nasceu na cidade de Luís Gomes, Rio Grande do Norte no dia 21 de junho de 1930, filho de João Claudino Sobrinho, Seu Joca, e Francisca Fernandes Galiza, Dona Francisquinha. Casado com Maria Socorro de Macêdo Claudino, in memoriam. O casal teve cinco filhos João Vicente, Cláudia Maria, João Júnior, Alayde Christine e João Marcello.

Na capital piauiense, ele chegou em 1968, dez anos após a inauguração do primeiro Armazém Paraíba ser instalada em Bacabal, no Maranhão. Com uma visão inovadora e a vocação para os negócios, João Claudino, ao lado do irmão Valdecy Claudino, transformou as suas lojas em uma das maiores redes varejistas do Brasil e a maior do Norte-Nordeste.

Empreendedor nato, João Claudino mudou a forma de fazer comércio no Piauí. Com perfil arrojado, Seu João diversificou suas atividades empresariais, de acordo com as necessidades do mercado, construindo um dos grupos empresariais mais importantes do país, atuando além do comércio, com indústrias e serviços.

O Grupo Claudino se tornou um conglomerado empresarial com indústrias, agência de publicidade, construtora, gráfica, frigorífico e shopping centers, entre outros negócios e envolve as empresas Armazém Paraíba, Socimol, Guadalajara, Gráfica e Editora Halley, Construtora Sucesso, Frigotil, Colon, Teresina Shopping, Gestão Peles e Couros, Sucesso Publicidade, Houston e Audax.

“As pessoas compravam roupas? Confeccionamos roupas para agradá-las. Faltavam móveis para vender nas lojas? Abrimos uma fábrica de móveis. Os clientes queriam comprar colchões? Montamos uma fábrica de colchão. As mercadorias adquiridas para suprir o Armazém vinham da região do Sudeste para o Nordeste, logo, abrimos uma transportadora. Era preciso divulgar o nosso trabalho e a ideia foi criar uma agência de publicidade. Este é o segredo. Saber usar as necessidades para expandir os negócios”, explicou João Claudino, em entrevista ao G1 em 2013.

Na década de 80, a marca Armazém Paraíba foi expandida pelo país, ganhando destaque nos estados do Piauí, Maranhão, Pernambuco, Ceará, Bahia, Amazonas, Pará e Tocantins.

Em 2013, o empresário declarou que a construção do Teresina Shopping foi um dos seus maiores sonhos realizados. Inaugurado no dia 27 de abril de 1997, o shopping transformou cenário socioeconômico e cultural de toda uma região. É um dos maiores da região Norte e Nordeste.
“É algo que nos enche de orgulho. Sonhei que Teresina cresceria, que iria se desenvolver e foi pensando nisso que começamos a construir com esse empreendimento, visando este crescimento. Ele é prova de que nosso povo evoluiu e também pode usufrui o que é bom. O Teresina Shopping é espaço do povo”, declarou o empresário em 2013.

Sobre o Música Para Todos – Realizado pelo Instituto Cultural Santa Rita, o Música Para Todos foi criado em Teresina (PI), em 1999, e atualmente oferece, de forma gratuita, Cursos Livres, Iniciação Musical e Prática em Orquestra, para milhares de crianças, jovens, adultos e idosos. A Instituição tem por objetivo transformar vidas através da música e da arte. Já foram beneficiados com a iniciativa mais de 40 mil alunos tanto na capital como no interior do estado, alcançando 2.007.319 presenças em salas de aulas (2005-2018).

Apoio Cultural – Em 2020, o Música Para Todos completa 21 anos e orgulha-se em receber, através da Lei de Incentivo à Cultura e Lei do SIEC (Sistema de Incentivo Estadual de Cultura – Governo do Estado do Piauí) Patrocínio do Armazém Paraíba, Pintos, Frigotil e SESI, empresas que acreditam no poder transformador da arte e da cultura

 

51,8% DOS ALUNOS APROVADOS EM MÚSICA NA UFPI E 42, 8% NO IFPI EM 2020 ESTUDARAM NO MÚSICA PARA TODOS

Uma boa notícia sempre é bem-vinda, especialmente quando iniciamos um ano letivo, por isso, o Música Para Todos está em festa comemorando um fato que enaltece o trabalho realizado em nossa instituição, que tem como foco, a Educação Musical em nosso Estado.

Todo esse trabalho é coroado quando tomamos conhecimento que 51,8% dos alunos aprovados em Música na UFPI e 42,8% no IFPI em 2020 estudaram no Música Para Todos. Parabenizamos ao corpo docente da nossa escola pelo resultado expressivo e também aos nossos queridos alunos!

O Música Para Todos, ao longo das últimas duas décadas, tem sido responsável pelo despertar do talento musical de inúmeros jovens, que podem aprimorá-lo participando das diversas atividades artísticas e educacionais oferecidas pela instituição.

Ao longo desse tempo, o Música Para Todos trouxe para Teresina profissionais de diversas áreas, brasileiros e estrangeiros, para ministrar cursos de instrumento, canto, regência, educação musical, bem como para apresentar-se em concertos públicos para a comunidade em geral.

No link abaixo a relação dos alunos aprovados em 2020.1 na UFPI

http://abre.ai/aQOU

DE 27 ALUNOS APROVADOS NA UFPI, 14 ESTUDARAM NO MÚSICA PARA TODOS.

Segue lista abaixo com os nomes dos nossos alunos grifados:

 

 

DE 29 ALUNOS APROVADOS NO IFPI 9 ESTUDARAM NO MÚSICA PARA TODOS

No link abaixo a relação dos alunos aprovados em 2020 no IFPI

http://abre.ai/aQPc

 

 

Sobre o Música Para Todos – Realizado pelo Instituto Cultural Santa Rita, o Música Para Todos foi criado em Teresina (PI), em 1999, e atualmente oferece, de forma gratuita, Cursos Livres, Iniciação Musical e Prática em Orquestra, para milhares de crianças, jovens, adultos e idosos. A Instituição tem por objetivo transformar vidas através da música e da arte. Já foram beneficiados com a iniciativa mais de 40 mil alunos tanto na capital como no interior do estado, alcançando 2.007.319 presenças em salas de aulas (2005-2018).

Apoio Cultural – Em 2020, o Música Para Todos completa 21 anos e orgulha-se em receber, através da Lei de Incentivo à Cultura e Lei do SIEC (Sistema de Incentivo Estadual de Cultura – Governo do Estado do Piauí) Patrocínio do Armazém Paraíba, Pintos, Frigotil e SESI, empresas que acreditam no poder transformador da arte e da cultura.

PROJETO CONCERTOS MATINAIS INICIA TEMPORADA RECEBENDO GRUPO EU E ELLAS

Nesse domingo, (08/03), quem foi comemorar o Dia Internacional da Mulher assistindo a apresentação do Grupo Eu e Ellas do Projeto Música Para Todos no Palácio da Música, na série Concertos Matinais, acompanhou um momento muito especial e cheio de emoção numa atmosfera de homenagem às mulheres.

O Grupo Eu e Ellas, Coordenado pelo Prof. Sílvio Rosário, integra a Orquestra Jovem do Música Para Todos, que esteve recentemente em um Intercâmbio em Portugal, onde fizeram 12 concertos. Essa foi a primeira apresentação do grupo depois do intercâmbio que foi realizado através de uma emenda parlamentar da Dep. Rejane Dias.

As cantoras Paula Milena, Kayla Airam, Clara Gomes e Sara Roberta presentearam o público com interpretações maravilhosas de clássicos da MPB que homenageavam as mulheres como Maria, Maria (Milton Nascimento), Beatriz (Edu Lobo/Chico Buarque) e Luiza (Tom Jobim). A Banda teve a Direção Musical de Sílvio Rosário (piano), e como músicos convidados: Athos Rodolfo (Baixo), Marssandro (Percuteria), Wellington Torres (Violão e Guitarra).

O Palácio da Música esgotou sua lotação e entre o público podemos destacar a presença do Dr. Luiz Carlos Martins, Presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e de Adynaiane Marins, Coordenadora Geral do Palácio da Música.

“O projeto Concertos Matinais mantem apresentações em quase todos os domingos do ano, sempre às 11h da manhã, com entrada franca, e tem como objetivo, levar apresentações musicais de qualidade à população, que passeiam do erudito ao popular. Hoje é um dia especial pois estamos homenageando as mulheres nessa data que reafirma o empoderamento feminino” – declarou o Dr. Luiz Carlos Martins.

Sobre o Música Para Todos – Realizado pelo Instituto Cultural Santa Rita, o Música Para Todos foi criado em Teresina (PI), em 1999, e atualmente oferece, de forma gratuita, Cursos Livres, Iniciação Musical e Prática em Orquestra, para milhares de crianças, jovens, adultos e idosos. A Instituição tem por objetivo transformar vidas através da música e da arte. Já foram beneficiados com a iniciativa mais de 40 mil alunos tanto na capital como no interior do estado, alcançando 2.007.319 presenças em salas de aulas (2005-2018).

Apoio Cultural – Em 2020, o Música Para Todos completa 21 anos e orgulha-se em receber, através da Lei de Incentivo à Cultura e Lei do SIEC (Sistema de Incentivo Estadual de Cultura – Governo do Estado do Piauí) Patrocínio do Armazém Paraíba, Pintos, Frigotil e SESI, empresas que acreditam no poder transformador da arte e da cultura.

GRUPO EU E ELLAS ABRE TEMPORADA 2020 DOS CONCERTOS MATINAIS HOMENAGEANDO AS MULHERES

Grupo Eu & Ellas no Palácio da Música

No Dia Internacional da Mulher, neste domingo (08/03/2020), às 11h, no Palácio da Música, o Projeto Concertos Matinais abrirá sua temporada com o Grupo Eu e Ellas do Música Para Todos, às 11h, com entrada franca.

O Grupo vocal Eu e Ellas foi criado à partir de uma Eliminatória de um Concurso Musical que aconteceu no Projeto Música Para Todos no qual a premiação seria um Intercâmbio. O Grupo conseguiu o 2º lugar e decidiu ampliar seus estudos. Nessa época o Coordenador do Grupo, Profº Sílvio Rosário e a aluna Paula Milena viajaram em intercâmbio para Itália representando o Projeto.

Prof. Sílvio Rosário

Formado por quatro cantoras: Clara Gomes, Kayla Ayran, Sarah Roberta e Paula Milena, o Grupo Eu e Elas possui um repertório diversificado e tem como objetivo expandir a música vocal na cidade de Teresina.

No início desse ano o Profº. Sílvio Rosário e as cantoras Clara Gomes, Kayla Ayran e Paula Milena representaram o Piauí no 3º intercâmbio do Música Para Todos e se apresentaram tanto em Portugal como na Espanha, através de uma emenda parlamentar da Deputada Federal Rejane Dias.

Kayla Ayran, Maestro Vladimir Silva, Paula Milena e Clara Gomez durante o Intercâmbio Portugal/Espanha em Janeiro de 2020

O show em homenagem às mulheres promete ser emocionante e será a primeira apresentação do Grupo Eu e Ellas depois do intercâmbio. O Dia Internacional da Mulher é uma data muito importante e nada melhor do que ver e ouvir quatro cantoras talentosas mostrando, em palco, a sensibilidade feminina.

O projeto Concertos Matinais ocorre em quase todos os domingos do ano, sempre às 11h da manhã, com entrada franca, e tem como objetivo, levar apresentações musicais de qualidade à população, que passeiam do erudito ao popular. Seu palco é o Palácio da Música de Teresina, instituição mantida pela Prefeitura Municipal, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. A casa fica localizada no cruzamento das ruas Santa Luzia e Treze de Maio, N° 1241, Centro, local onde funcionou o antigo Mercado do Cajueiro.

Sobre o Música Para Todos – Realizado pelo Instituto Cultural Santa Rita, o Música Para Todos foi criado em Teresina (PI), em 1999, e atualmente oferece, de forma gratuita, Cursos Livres, Iniciação Musical e Prática em Orquestra, para milhares de crianças, jovens, adultos e idosos. A Instituição tem por objetivo transformar vidas através da música e da arte. Já foram beneficiados com a iniciativa mais de 40 mil alunos tanto na capital como no interior do estado, alcançando 2.007.319 presenças em salas de aulas (2005-2018).

Apoio Cultural – Em 2020, o Música Para Todos completa 21 anos e orgulha-se em receber, através da Lei de Incentivo à Cultura e Lei do SIEC (Sistema de Incentivo Estadual de Cultura – Governo do Estado do Piauí) Patrocínio do Armazém Paraíba, Pintos, Frigotil e SESI, empresas que acreditam no poder transformador da arte e da cultura.

INAUGURADO O CENTRO CULTURAL DA VERMELHA “PROF.º MANOEL PAULO NUNES”

Discurso do Professor Manoel Paulo Nunes

A população da zona Sul de Teresina recebeu, nesta segunda-feira (02/03/2020), o Centro Cultural “Professor Manoel Paulo Nunes”, que irá funcionar no prédio do Conselho Estadual de Cultura, entregue pelo governador Wellington Dias. Localizado no bairro Vermelha, o centro irá funcionará no prédio do Conselho Estadual de Cultura. O imóvel foi adaptado para receber pequenos shows, circuito de artes e cinema, em parceria com o projeto Piauí Conectado.

Professor Manoel Paulo Nunes

“Quem ganha é a cultura do Piauí porque aqui temos uma biblioteca, temos um auditório que está reformado e modernizado e irá permitir que a gente faça apresentações culturais e exibição de filmes. Além disso, fechamos uma parceria com o Piauí Conectado, que vai nos possibilitar aqui a exibição de filmes e as escolas do entorno do bairro Vermelha poderão frequentar”, ressaltou o secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo.

A sede do Conselho Estadual de Cultura foi totalmente reformada. A biblioteca ganhou acervo e o auditório recebeu som e tela de projeção para exibição de filmes. A proposta é de que o local se torne um espaço de cultura no bairro Vermelha e também adequado para receber projetos como o “Festival Intercolegial Som na Sul”, o “Circuito de Artes Cênicas de Teresina”, o “Cine na Sul” e o “Festival de Artes Visuais de Teresina”.

 

Sr. Luís Sá, Coordenador Geral do Música Para Todos prestigiando o Profº M. Paulo Nunes

Em outubro de 2020 o Conselho Estadual de Cultura completará 55 anos, e tem mostrado uma vitalidade incomum dentre os órgãos públicos, com a promoção de atividades, que inclusive extrapolam as suas atribuições, dando um novo panorama à vida cultural da Vermelha, de Teresina e do Piauí.

A solenidade de inauguração da Reforma da sede do Conselho Estadual de Cultura (CEC) ocorrida na última segunda-feira, 02 de março/2020, também foi o marco do retorno da Revista Presença, publicação tradicional do Piauí, que foi resgatada após a articulação do presidente Nelson Nery Costa.

Dr. Nelson Nery, Presidente do Conselho Estadual de Cultura

“É uma revista de quase sete anos, mas finalmente saiu, foi uma revista que valoriza e resgata uma personalidade, o professor Paulo Nunes, mas também uma iniciativa que o Conselho tem de valorizar o Olho d’água dos Negros tem uma significância histórica, nós estamos reorganizando o Conselho, modernizando, e fazendo uma revista que siga valorizando ainda mais nos equipamentos e manifestações culturais”, indicou Nelson Nery Costa.

Revista Presença

A edição nº 52 da Revista Presença, homenageia o professor Paulo Nunes, que ao longo da trajetória à frente do Conselho empreendeu todos os esforços para manter a publicação viva.

Na nova edição, a revista ainda traz o perfil de San Tiago Dantas, pelo jurista Celso Barros, uma reportagem sobre a reconstrução do Casarão do Olho d’água dos Negros; o perfil de João Oliveira; e matéria sobre o maior patrimônio paleontológico de Teresina: a Floresta Fóssil.

Governador Wellington Dias com o Conselho Estadual de Cultura

O CEC é composto por nove conselheiros titulares e três suplentes, são eles: Cineas das Chagas Santos, Nelson Nery Costa, Cláudia Simone de Oliveira Andrade, Wilson Seraine da Silva Filho, José Itamar Guimarães Silva, Maria Dora de Oliveira Medeiros Lima, José Gilson Moreira Caland, Antônio Vagner Ribeiro Lima, Maria do Rosário Sales (a Lari Sales), Poliana Sepúlveda Cavalcanti (suplente), Antônio Francisco Félix de Andrade (suplente) e João Batista Sousa Vasconcelos (suplente).

O Estado do Piauí valoriza a cultura que é um instrumento em desenvolvimento, de elevação da autoestima. O secretário Fábio Novo, juntamente com o presidente do Conselho e todos os conselheiros trabalham um plano estadual que coloca uma oportunidade de uma política firme e bem planejada para cultura no Piauí.

“Buscamos, além das parcerias que temos com os agentes culturais, recuperar nosso patrimônio cultural nas mais diferentes áreas: museus, bibliotecas, integração entre cultura e educação e com dia a dia da sociedade, por meio dos eventos que realizamos em todas as regiões do Estado. Esse momento é importante, porque é, a partir do Conselho, com a presença das mais diferentes áreas, que temos a oportunidade de um plano de sucesso anual para uma cultura verdadeiramente casada com a necessidade e com a realidade do Piauí”, enfatizou Wellington Dias.

O presidente do Conselho Estadual de Cultura, Nelson Nery, falou sobre a importância do novo centro. “O ambiente cultural é o único equipamento da zona sul da cidade Teresina, é um patrimônio da cidade que está sendo devolvido para a sociedade. A ideia também é trabalhar com o jovem, principalmente da rede estadual de ensino, que possa consumir e entender os produtos culturais para que passe ser um hábito o consumo de música, artes visuais, teatro, ou seja, é o patrimônio da cidade que a gente gostaria de compartilhar com todos aqueles interessados em cultura”, disse.

Sobre o Música Para Todos – Realizado pelo Instituto Cultural Santa Rita, o Música Para Todos foi criado em Teresina (PI), em 1999, e atualmente oferece, de forma gratuita, Cursos Livres, Iniciação Musical e Prática em Orquestra, para milhares de crianças, jovens, adultos e idosos. A Instituição tem por objetivo transformar vidas através da música e da arte. Já foram beneficiados com a iniciativa mais de 40 mil alunos tanto na capital como no interior do estado, alcançando 2.007.319 presenças em salas de aulas (2005-2018).

Apoio Cultural – Em 2020, o Música Para Todos completa 21 anos e orgulha-se em receber, através da Lei de Incentivo à Cultura e Lei do SIEC (Sistema de Incentivo Estadual de Cultura – Governo do Estado do Piauí) Patrocínio do Armazém Paraíba, Pintos, Frigotil e SESI, empresas que acreditam no poder transformador da arte e da cultura.