• Avenida Pedro Almeida, 145 - Teresina - PI, 64052-280
  • (86) 3233-9506 | 3232-3534 | 3133-6060 | 8858-3872
  • comjornalismo@icsrita.org.br
Em Notícias

Professores participam de curso de aperfeiçoamento pedagógico

 

A juventude pode até disfarçar, mas a Professora Clarissa Barros Medeiros, da Escola de Música de Brasília, possui uma grande experiência no que se trata de pedagogia da música. Estudiosa do método pedagógico Waldorf e da antroposofia, Clarissa veio a Teresina a convite do Projeto Música Para Todos. Seu curso, de aperfeiçoamento em práticas pedagógicas voltadas ao ensino da música, teve por objetivo trazer ao Piauí novas estratégias que tornem o ensino da música mais estimulante e agradável para pessoas de todas as idades.
Residente no estado de Goiás, Clarissa se divide entre Brasília, Goiânia, Rio de Janeiro e São Paulo. Em meio a esses grandes centros, a professora observa que ainda são muitos os desafios para o ensino da música “Um violinista japonês uma vez disse que toda criança japonesa fala japonês. É uma observação lógica e pode soar ingênuo, mas ele quis dizer que é preciso falar de uma forma de se possa ser entendido. E pra isso é importante se considerar a cultura, a língua, o folclore e a idade dos nossos alunos. Esse é o desafio atual, extrapolar o método clássico de ensino e adequá-lo a realidade cultural de um povo tão expressivo como o brasileiro” afirma a professora.  O violinista japonês é o professor Shinichi Suzuki, que elaborou um método que é referência hoje, em todo o mundo, no ensino de violino para crianças. 
O curso que teve duração de uma semana, ao longo de 8 horas diárias, mobilizou professores do Projeto e profissionais convidados de outras instituições. Ângela Marinho, que já foi aluna da instituição e hoje faz parte de seu corpo docente, observa os pontos positivos dessa experiência “ A professora nos passou um conhecimento importante, abordou ao longo da semana métodos de como trabalhar com cada faixa etária, como trabalhar métodos como o Kodály, o Dalcroze e o Orff, além da ideologia do método Suzuki. Foi uma experiência única de se ampliar horizontes e explorar novas técnicas de ensino em sala de aula”.
 A coordenadora pedagógica do Projeto Música Para Todos, Kécia Coutinho, afirma que a professora Clarissa Barros é o primeiro grande nome a vir ao Piauí. “Trazer profissionais qualificados reforça a qualidade da metodologia utilizada nas salas de aula de nossa instituição e também fortalece o ensino da música no Piauí. Certamente é um novo divisor de águas, e junto aos nossos parceiros daremos mais essa contribuição a juventude e a cultura de nosso estado”.