• Avenida Pedro Almeida, 145 - Teresina - PI, 64052-280
  • (86) 3233-9506 | 3232-3534 | 3133-6060 | 8858-3872
  • comjornalismo@icsrita.org.br
Em Destaque,Notícias

INAUGURADO O CENTRO CULTURAL DA VERMELHA “PROF.º MANOEL PAULO NUNES”

Discurso do Professor Manoel Paulo Nunes

A população da zona Sul de Teresina recebeu, nesta segunda-feira (02/03/2020), o Centro Cultural “Professor Manoel Paulo Nunes”, que irá funcionar no prédio do Conselho Estadual de Cultura, entregue pelo governador Wellington Dias. Localizado no bairro Vermelha, o centro irá funcionará no prédio do Conselho Estadual de Cultura. O imóvel foi adaptado para receber pequenos shows, circuito de artes e cinema, em parceria com o projeto Piauí Conectado.

Professor Manoel Paulo Nunes

“Quem ganha é a cultura do Piauí porque aqui temos uma biblioteca, temos um auditório que está reformado e modernizado e irá permitir que a gente faça apresentações culturais e exibição de filmes. Além disso, fechamos uma parceria com o Piauí Conectado, que vai nos possibilitar aqui a exibição de filmes e as escolas do entorno do bairro Vermelha poderão frequentar”, ressaltou o secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo.

A sede do Conselho Estadual de Cultura foi totalmente reformada. A biblioteca ganhou acervo e o auditório recebeu som e tela de projeção para exibição de filmes. A proposta é de que o local se torne um espaço de cultura no bairro Vermelha e também adequado para receber projetos como o “Festival Intercolegial Som na Sul”, o “Circuito de Artes Cênicas de Teresina”, o “Cine na Sul” e o “Festival de Artes Visuais de Teresina”.

 

Sr. Luís Sá, Coordenador Geral do Música Para Todos prestigiando o Profº M. Paulo Nunes

Em outubro de 2020 o Conselho Estadual de Cultura completará 55 anos, e tem mostrado uma vitalidade incomum dentre os órgãos públicos, com a promoção de atividades, que inclusive extrapolam as suas atribuições, dando um novo panorama à vida cultural da Vermelha, de Teresina e do Piauí.

A solenidade de inauguração da Reforma da sede do Conselho Estadual de Cultura (CEC) ocorrida na última segunda-feira, 02 de março/2020, também foi o marco do retorno da Revista Presença, publicação tradicional do Piauí, que foi resgatada após a articulação do presidente Nelson Nery Costa.

Dr. Nelson Nery, Presidente do Conselho Estadual de Cultura

“É uma revista de quase sete anos, mas finalmente saiu, foi uma revista que valoriza e resgata uma personalidade, o professor Paulo Nunes, mas também uma iniciativa que o Conselho tem de valorizar o Olho d’água dos Negros tem uma significância histórica, nós estamos reorganizando o Conselho, modernizando, e fazendo uma revista que siga valorizando ainda mais nos equipamentos e manifestações culturais”, indicou Nelson Nery Costa.

Revista Presença

A edição nº 52 da Revista Presença, homenageia o professor Paulo Nunes, que ao longo da trajetória à frente do Conselho empreendeu todos os esforços para manter a publicação viva.

Na nova edição, a revista ainda traz o perfil de San Tiago Dantas, pelo jurista Celso Barros, uma reportagem sobre a reconstrução do Casarão do Olho d’água dos Negros; o perfil de João Oliveira; e matéria sobre o maior patrimônio paleontológico de Teresina: a Floresta Fóssil.

Governador Wellington Dias com o Conselho Estadual de Cultura

O CEC é composto por nove conselheiros titulares e três suplentes, são eles: Cineas das Chagas Santos, Nelson Nery Costa, Cláudia Simone de Oliveira Andrade, Wilson Seraine da Silva Filho, José Itamar Guimarães Silva, Maria Dora de Oliveira Medeiros Lima, José Gilson Moreira Caland, Antônio Vagner Ribeiro Lima, Maria do Rosário Sales (a Lari Sales), Poliana Sepúlveda Cavalcanti (suplente), Antônio Francisco Félix de Andrade (suplente) e João Batista Sousa Vasconcelos (suplente).

O Estado do Piauí valoriza a cultura que é um instrumento em desenvolvimento, de elevação da autoestima. O secretário Fábio Novo, juntamente com o presidente do Conselho e todos os conselheiros trabalham um plano estadual que coloca uma oportunidade de uma política firme e bem planejada para cultura no Piauí.

“Buscamos, além das parcerias que temos com os agentes culturais, recuperar nosso patrimônio cultural nas mais diferentes áreas: museus, bibliotecas, integração entre cultura e educação e com dia a dia da sociedade, por meio dos eventos que realizamos em todas as regiões do Estado. Esse momento é importante, porque é, a partir do Conselho, com a presença das mais diferentes áreas, que temos a oportunidade de um plano de sucesso anual para uma cultura verdadeiramente casada com a necessidade e com a realidade do Piauí”, enfatizou Wellington Dias.

O presidente do Conselho Estadual de Cultura, Nelson Nery, falou sobre a importância do novo centro. “O ambiente cultural é o único equipamento da zona sul da cidade Teresina, é um patrimônio da cidade que está sendo devolvido para a sociedade. A ideia também é trabalhar com o jovem, principalmente da rede estadual de ensino, que possa consumir e entender os produtos culturais para que passe ser um hábito o consumo de música, artes visuais, teatro, ou seja, é o patrimônio da cidade que a gente gostaria de compartilhar com todos aqueles interessados em cultura”, disse.

Sobre o Música Para Todos – Realizado pelo Instituto Cultural Santa Rita, o Música Para Todos foi criado em Teresina (PI), em 1999, e atualmente oferece, de forma gratuita, Cursos Livres, Iniciação Musical e Prática em Orquestra, para milhares de crianças, jovens, adultos e idosos. A Instituição tem por objetivo transformar vidas através da música e da arte. Já foram beneficiados com a iniciativa mais de 40 mil alunos tanto na capital como no interior do estado, alcançando 2.007.319 presenças em salas de aulas (2005-2018).

Apoio Cultural – Em 2020, o Música Para Todos completa 21 anos e orgulha-se em receber, através da Lei de Incentivo à Cultura e Lei do SIEC (Sistema de Incentivo Estadual de Cultura – Governo do Estado do Piauí) Patrocínio do Armazém Paraíba, Pintos, Frigotil e SESI, empresas que acreditam no poder transformador da arte e da cultura.