• Avenida Pedro Almeida, 145 - Teresina - PI, 64052-280
  • (86) 3233-9506 | 3232-3534 | 3133-6060 | 8858-3872
  • comjornalismo@icsrita.org.br
Em Destaque,Notícias

Diretor-geral do Música Para Todos é candidato ao Conselho Estadual de Cultura

O Conselho Estadual de Cultura do Piauí deve eleger seus novos representantes na próxima quinta-feira (07). Um dos candidatos que pleiteiam a vaga é o diretor-geral do Instituto Cultural Santa Rita, realizador do Projeto Música Para Todos, Luís Sá. A instituição, que possui 17 anos, tem o reconhecimento da sociedade piauiense pelas inúmeras realizações que tem feito para o crescimento cultural e musical do nosso estado.

O diretor-geral do Projeto pretende trabalhar em conjunto com os artistas dos mais diversos segmentos, com objetivo de tornar as ações planejadas visando a união dos trabalhos de todos os fazedores de cultura. Além disso, Luís Sá garante que tem como missão dedicar o tempo necessário para mobilizações a favor do engrandecimento artístico-cultural, através do planejamento de estratégias e captação de recursos, um grande desafio à classe.

Ao procurar recursos para a concretização do Projeto Música Para Todos, Luís Sá tem buscado interceder em prol de todos, por achar que a cultura é algo universal. Com assento no Conselho Estadual de Cultura, deixará de ser um solitário na busca de realização deste sonho, pois contará com a força que o cargo lhe dará, para agir em prol de todos.

“Temos plenas condições, de juntamente com os demais conselheiros e pela nossa experiência, tornar o Conselho mais próximo dos artistas, e de fazê-lo, mesmo ele sendo apenas consultivo, mais ágil, mais atuante, como se executivo fosse, especialmente na busca de resultados concretos para o nosso desenvolvimento cultural do Piauí”, garante o candidato.

Busca por recursos 

Vale pontuar que foi através da direção do Música Para Todos que ocorreu a mudança significativa na lei do Sistema de Incentivo Estadual da Cultura do Piauí (Siec), principal fonte de recursos das produções culturais do estado.

No ano de 2012, Luís Sá propôs, dentre outros avanços, a elevação da renúncia fiscal de 70 para 100% para projetos socioculturais, e para pequenos projetos, garantindo, uma fonte sólida de financiamentos aos nossos artistas.

Outra proposta apresentada pelo candidato ao Conselho Estadual de Cultura é a efetivação do Conta Cultura do Piauí, já assinado pelo governador Wellington Dias, no ano de 2004 e regulamentado em 2005, mas que ainda carece de ações concretas.

Com essa proposta, será possível buscar recursos de investimentos na cultura em empresas privadas e estatais a nível federal. Este é um grande anseio dos fazedores de cultura do Piauí que, por muitas vezes, veem seus projetos barrados por conta da falta de recursos.