• Avenida Pedro Almeida, 145 - Teresina - PI, 64052-280
  • (86) 3233-9506 | 3232-3534 | 3133-6060 | 8858-3872
  • comjornalismo@icsrita.org.br
Em Destaque,Notícias

ACADEMIA PIAUIENSE DE POESIA REALIZA SOLENIDADE DE POSSE

Neste sábado, dia 09/02, às 19h, aconteceu a Solenidade de Posse dos Acadêmicos da Academia Piauiense de Poesia, no Clube dos Diários, em uma noite histórica para a literatura piauiense, com apoio do Música Para Todos (cobertura multimídias). O evento foi marcado por grande emoção e compromisso para os 40 poetas que receberam seus diplomas e foram empossados naquela confraria, pela presidente Iza Ferreira.

marleide 01

Em 20 de fevereiro de 2016, na casa de Cultura de Teresina, reuniram-se o Sr. Josafá Procópio, Iza Ferreira, José Afonso, Marleide Lins, Josefina Gomes, Marina Campelo, Farias Furtado e Luiza Cantanhêde, para formalizar um sonho e um ideal: a criação da Academia Piauiense de Poesia, com um dos objetivos de congregar Artistas, Poetas, Escritores e a arte suprema da criação artística-Literária, tendo como meta viabilizar o registro, a difusão e a valorização do autor e da produção literária.

marleide 02

A Secretaria de Cultura, Bid Lima, ladeada pelos acadêmicos Ísis Baião, José Afonso e Marleide Lins.

Luiza Cantanhêde, que tomou posse e também é Membro da Associação das Jornalistas e escritoras do Brasil, frisou em seu discurso que: “Neste século de pressas e pouca contemplação, com a banalização de tudo, inclusive da arte, é importante que hajam instituições que não abdiquem de seus propósitos de fomentar a Cultura como um todo, promovendo ações compatíveis com seu regimento interno, sem perder o olhar universal, que possa cultivar o diálogo e a saudável diferença que nos unem.”

marleide 03

Iza Ferreira, Bid Lima e Maria Luíza Castenhêde.

 “A atual gestão pretende, como marca, fomentar o diálogo entre os autores e a comunidade.  Desta forma, uma das estratégias é ocupar espaços de intercâmbio literário (festivais de cultura, saraus, feiras e salões de livros). Acreditamos que essas ações de visibilidade e valorização dos nossos poetas acrescentam e consolidam o nome da ACAPP.  A arte é atitude. Só a ação e o pensamento são imortais.” – declarou a poeta e acadêmica Marleide Lins de Albuquerque, que tem um consistente trabalho desenvolvido na literatura, como escritora, pesquisadora e editora. M. Lins, também, é Conselheira Municipal de Cultura e membro da diretoria da Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil.

academia piauiense de letras

Várias autoridades e a classe artística também compareceram ao evento, em especial, a Secretária de Estado da Cultura, Marlenildes Lima da Silva, mais conhecida como Bid Lima, a professora de piano Maria Amélia Baião, Jasmine Malta, Presidente da Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil, e os Conselheiros do Conselho Estadual de Cultural, Cláudia Simone, Lari Sales e João Vasconcelos. Os dois últimos receberam medalhas como membros Emérito e Benemérito da Academia de Poesia, respectivamente.

Membros da Academia Piauiense de Poesia.

Cadeira Nº 01

Membro Fundador Efetivo -Josafá Araújo Procópio

Patrono: Ramsés Ramos.

Cadeira Nº 02

Membro Fundador Efetivo – Maria Aldeiza de F. Ferreira

Patrono: Augusto Dos Anjos.

Cadeira Nº 03

Membro Fundador Efetivo – José Afonso de Araújo Lima

Patrono: Lucídio Freitas.

Cadeira Nº 04

Membro Fundador Efetivo – Marina Campelo

Patrono: Tomaz Gomes Campelo.

Cadeira Nº 05

Membro Fundador Efetivo – Marleide Lins de Albuquerque

Patrono: Luíza Amélia de Queiroz

Cadeira Nº 06

Membro Fundador Efetivo -Raimundo Furtado De Farias

Patrono: Da Costa E Silva.

Cadeira Nº 07

Membro Fundador Efetivo – Maria Luíza Cantanhêde

Patrono: Torquarto Neto.

Cadeira Nº 08

Membro Fundador Efetivo – Josefina Ferreira G. De Lima

Patrono: Adail Coelho Maia.

Cadeira Nº 09

João Batista Rodrigues.

Patrono: não informado

Cadeira Nº 10

Mirian Gomes Alves de Lima

Patrono: H. Dobal.

Cadeira Nº 11

Domingos Araújo de Lima

Patrono: Alcides Freitas.

Cadeira Nº 12

Deusimar Alves Pinto

Patrono: Joaquim Ribeiro.

Cadeira Nº 13

João Dias de Souza Neto

Patrono: não informado

Cadeira Nº 14

Gonçalina de Assis Ramos

Patrono: Maria Pangula.

Cadeira Nº 15

Luciana Karla Azevedo

Patrono: Maria Isabel Gonçalves Vilhena.

Cadeira Nº 16

Antonio Ferreira de Souza

Patrono: Mário Quintana.

Cadeira Nº -17

Viviane Marconato

Patrono: Érico Verríssimo.

Cadeira Nº 18

David Ferreira Da Silva

Patrono: Domingos M. Fonseca.

Cadeira Nº 19

Eduardo Lins Walkanmeieff

Patrono: Licurgo De Paiva.

Cadeira Nº 20

Antônio Reis de Jesus Noleto

Patrono: Vinícius De Morais.

Cadeira Nº 21

Carlos Nathan Sousa Soares

Patrono: Socorro Santana.

Cadeira Nº 22

Isis Baião.

Patrono: Francisco Pereira da Silva.

Cadeira Nº 23

Diego Mendes Sousa

Patrono: Ferreira Gullar.

Cadeira Nº 24

Antonio Vasconcelos Pacheco –

Patrono: Raimundo N. A. Lima.

Cadeira Nº 25

José Augusto Sampaio Neto

Patrono: não informado

Cadeira Nº 26

Demerval Pereira da Silva

Patrono: Herculano Morais.

 

Cadeira Nº 27

José Carlos Pereira.

Patrono: não informado

Cadeira Nº 28

José Itamar Abreu Costa

Patrono: Hardi Filho.

Cadeira Nº 29

Vera Lúcia Ferreira

Patrono: Machado De Assis.

Cadeira Nº 30

Márcio Felipe

Patrono: Jorge Amado.

Cadeira Nº 31

Ana Neres Pessoa Góis

Patrono: Alvina Gameiro.

Cadeira Nº 32

Edivaldo De Lima Silva

Patrono: Fontes Ibiapina.

Cadeira Nº 33

Dilson Lages Monteiro.

Patrono: João José Pinheiro Filho

Cadeira Nº 34

José Elmar de Melo Carvalho.

Patrono: Celso Pinheiro

Cadeira Nº 35

Eduardo Prazeres

Patrono: Cunha Neto.

Cadeira Nº 36

Samuel Barreto.

Patrono: José Félix Alves Pacheco

Cadeira Nº 37

Francisco Almeida

Patrono: Abdias da Costa Neves.

Cadeira Nº 38

José De Anchieta

Patrono: José S. da Costa Andrade.

Cadeira Nº 39

Marcelo Santos Silva.

Patrono: não informado

Cadeira Nº 40

Alexandra Teodoro

Patrono: Cora Coralina.

Sobre o Projeto Música Para Todos – Realizado pelo Instituto Cultural Santa Rita, o Projeto Música Para Todos foi criado em Teresina (PI), em 1999, e oferece atualmente Cursos Livres, Iniciação Musical e Prática em Orquestra, para milhares de crianças, jovens, adultos e idosos. A Instituição tem por objetivo transformar vidas através da música e da arte. Já foram beneficiados com a iniciativa mais de 38 mil alunos tanto na capital como no interior do estado.

Apoio Cultural – Em 2019, o Projeto Música Para Todos completa 20 anos e orgulha-se em receber Apoio Cultural do Instituto Votorantim e Patrocínio do Armazém Paraíba, Pintos, Frigotil e Conselho Nacional do SESI, empresas que acreditam no poder transformador da arte e da cultura.